Como apostar no mercado de jogos de tênis?

Apostas em tênis

As apostas em jogos de tênis (apostas no set) são apostas onde apostamos pelo vencedor da partida e o número de jogos ganhos por cada jogador. Por exemplo, em uma partida ao melhor de 3 jogos, o resultado será 2-0 ou 2-1 a favor do vencedor do encontro. Em uma partida ao melhor de 5 jogos, poderá apostar por 3-0, 3-1 ou 3-2. Estas apostas têm a vantagem de ter quotas bastantes mais altas que os outros mercados.

Nas apostas do tipo “vencedor da partida”, é muito comum encontrar partidas de tênis nos quais as quotas do favorito é inferior a 1.35. Essa quota nos parece um pouco baixa para fazer apostas simples, pelo que recomendaríamos outra estratégia para conseguir uma quota algo maior.

Escolhemos como exemplo uma partida entre Guillermo Garcia-Lopez e Stan Wawrinka no ATP de São Paulo. As quotas situam Wawrinka como favorito, pagando-se uma vitória sua à quota de 1.33 em várias casas de apostas como a Bet365, Sportingbet ou o Apostasonline, o que provavelmente resultará em 1.38 em casas de intercâmbio como a Betfair.

Se observamos o mercado de jogos, vemos que a quota a favor de uma vitória do suiço com um marcador de 2-0 é de 1.95 enquanto que a quota a favor de quem ganha por 2-1 é de 5.00.

Se se confia na vitória de Stan Wawrinka mas a sua quota como “vencedor da partida”, 1.33, nos parece excessivamente baixa, o que se pode fazer é apostar que irá ganhar essa partida por 2-0 cobrindo a possibilidade de se ganhar por 2-1.

Tudo isto se entende melhor com um exemplo numérico prático:

  • Aposta nº1: R$20 apostados a 2-1 à quota 5.00 (ganhos potenciais R$100)
  • Aposta nº2: 100 – 20 = R$80 apostados a 2-0 à quota 1.95 (ganhos potenciais R$156)

Realizamos a primeira aposta (R$20) apenas para cobrir nossa segunda aposta (R$80). Pelo que nos resta uma aposta à quota 1.56 (com R$100, poderíamos ganhar R$156 com uma vitória do favorito). É bastante superior à quota 1.33 que se paga com uma aposta ao vencedor do encontro.

Bianca Paiva
Últimos posts por Bianca Paiva (exibir todos)