Apostas handicap no tênis

Apostas handicap no tênis

Apostas handicap no tênis
Escrito por Bianca Paiva 27 Mar 2019

Entenda como funciona a aposta handicap no tênis, um dos tipos de apostas mais populares em quase todos os esportes do mundo.

No tênis, assim como em vários outros esportes, a modalidade de aposta chamada “handicap” é uma das mais populares entre os apostadores. Por isso, se você quer apostar em partidas de tênis, aprender como funciona as apostas handicap é fundamental. Primeiro, vamos falar sobre o que é handicap. Basicamente, “handicapping” é a pratica de se dar uma “vantagem” (handicap) a um jogador ou competidor, como forma de se “igualar” competidores que são muitos díspares, dando assim chances mais igualitárias de vitórias para os apostadores de um e de outro. Isso é feito quando um dos competidores é muito mais qualificado que o outro e assim, é franco favorito a vencer uma partida. Por exemplo, se o sérvio Novak Djokovic (número 1 do mundo) vai enfrentar, em uma partida, o sueco Mikael Ymer (número 200 do mundo), Djokovic é obviamente o franco favorito. Portanto, quem apostasse na vitória de Ymer teria poucas chances de vencer, deixando assim as apostas muito previsíveis e o prêmio muito baixo. Com o handicap, pode-se adicionar condicionantes para que aquele que aposte em Djokovic vença, como por exemplo, ter que vencer a partida com mais de 9 games de diferença para Ymer. Assim, fica uma pouco mais difícil vencer uma aposta em Djokovic e um pouco mais fácil vencer uma em Ymer, igualando-se assim, pelo menos minimamente, a enorme vantagem técnica que o sérvio tem sobre o sueco.

Como foi dito brevemente no primeiro parágrafo, nas apostas handicap no tênis, o que importa é a contagem de games de um jogo e não necessariamente que jogador venceu ou perdeu uma partida. Portanto, a primeira diga para quem vai apostar em tênis usando handicap é: preste atenção nos games e não em quem está vencendo ou perdendo a partida. Isso é de suma importância. Tomemos o mesmo exemplo do parágrafo anterior. Digamos que Djokovic vença Ymer por 2-0 (6;3, 6;2), ou seja, o sérvio venceu por 12 games a 5. Vamos dizer que eu apostei que Ymer perderia por menos de 9 games, ou seja, “Ymer +9”. Nesse caso, eu somo o número de games que Ymer realmente venceu, 5, com o handicap, 9, que seria igual a 14. Nesse exemplo eu teria vencido a aposta, porque somando os games vencidos pelo sueco com o handicap daria 14 games vencidos enquanto Djokovic venceu apenas 12 games. Ou talvez, eu tenha apostado que Djokovic venceria por mais de 8 games, ou seja, “Djokovic -8”. Nesse caso, tenho que retirar 8 games do total de games vencidos pele sérvio, no final ele ficaria com apenas 4 games vencidos enquanto Ymer venceu 5. Assim sendo, eu perdi a aposta.

Outra dica importante, é observar se na partida em que você está apostando vale a pena usar a aposta handicap. Por exemplo, em partidas de melhor de três sets, que é o tipo de partida mais comumente disputada no tênis mundial, apostas com handicaps muito baixos, como 1,5 ou 2 por exemplo, podem não valer a pena. Para que uma partida de dois sets termine com o handicap 2, ela teria que ter o resultado apertado de 7;6 e 7;6 (14;12), e mesmo assim seria um empate e o apostador que apostasse em -2 ou +2, apenas receberia seu dinheiro de volta. Nesse caso, talvez seja mais lucrativo apostar no competidor que não é favorito, já que muito provavelmente a casa de apostasestará pagando mais em caso de vitória do mesmo e, assim sendo, o apostador lucraria mais com uma aposta simples em quem vai vencer a partida do que com uma aposta handicap.