Europa League 2018/2019 Final Preview

Europa League 2018/2019 Final Preview

Europa League 2018/2019 Final Preview
Escrito por Bianca Paiva 16 May 2019

Dois clubes ingleses, Arsenal e Chelsea fazem final histórica e equilibrada em busca do título da Europa League 2018/2019.

A temporada 2018/2019 da Europa League terá uma final histórica. Em 29 de maio quando Arsenal e Chelsea entrarem em campo em Baku no Azerbaijão, será a primeira vez desde 1972, que a grande final da liga será disputada entre dois clubes ingleses. Mais histórico ainda é o fato de que nesse ano as duas finais das ligas européias (Champions e Europa League) serão disputadas por quatro clubes ingleses. É a primeira vez em toda a história do futebol europeu que esse fato ocorre.

Chelsea e Arsenal tiveram trajetórias relativamente diferentes na Europa League. Apesar de ambas as equipes terem terminado a fase de grupos com 16 pontos e em primeiro lugar em seus respectivos grupos, o Arsenal enfrentou dificuldades muito maiores na fase eliminatória e quase não consegue passar, nem sequer, das oitavas de final da liga. Enquanto, o Chelsea passou com relativa facilidade pela fase eliminatória e só teve dificuldades reais nas semifinais da Europa League.

Na fase 16 avos da Europa League, o Chelsea derrotou facilmente o pequeno Malmö da Suécia por 5 a 1 no placar agregado. Já o Arsenal passou pelo BATE Borisov da Bielorrússia por 3 a 1 no placar agregado, sendo que o time inglês chegou a perder o primeiro jogo na casa do BATE por 1 a 0, mas na segunda partida, em solo inglês conseguiu reverter a desvantagem com uma goleada por 3-0 em cima do time bielorrusso. Nas oitavas de final, os Gunners (apelido do Arsenal) tiveram ainda mais dificuldades e quase foram eliminados pelo Rennes da França. Na primeira partida, em solo francês, o Rennes meteu 3 a 1 nos ingleses e só não se classificou para a próxima fase porque o Arsenal, jogando em casa, conseguiu novamente reverter sua desvantagem com outro 3 a 0, assim como tinha feito contra o BATE.

Enquanto isso, os conterrâneos do Chelsea passavam facilmente pelo Dynamo Kyiv (time tradicional da Ucrânia) com um colossal 8 a 0 no placar agregado. O que incluiu uma goleada de 5 a 0 no estádio do Dynamo em Kiev. Nas quartas de finais, ambos os times ingleses se mostraram fortes. O Arsenal, recuperado do “susto” na fase anterior, mostrou que havia evoluído como equipe e conseguiu se classificar com um resultado agregado de 3 a 0 contra a tradicional equipe do Napoli da Itália. O mais impressionante foi que os Gunners derrotaram a equipe italiana dentro e fora de casa. O Chelsea continuando sua ótima campanha até então, conseguiu se classificar ao derrotar os tchecos do Slavia Prague pelo placar agregado de 5 a 3. O Slavia, no entanto, chegou a dar trabalho para os Blues (apelido do Chelsea), quando marcou três gols, em solo inglês, no jogo de volta.

Nas semifinais, a situação se inverteu. Pela primeira vez o Chelsea correu sérios riscos de não se classificar para a próxima fase, enquanto o Arsenal passou com alguma facilidade pela forte equipe do Valencia da Espanha. Jogando em casa, os Gunners derrotaram o Valencia por 3 a 1. Na Espanha, os ingleses repetiram a dose e ganharam de 4 a 2. No final, o placar agregado indicava um impressionante 7 a 3 para os ingleses e o Arsenal na final da Europa League. Enquanto isso, os Blues empatavam por 1 a 1 em casa e fora de casa com o Eintracht Frankfurt da Alemanha. No primeiro jogo, em solo alemão, o Eintracht abriu o placar, mas permitiu o empate. No segundo jogo, em solo inglês, foi o Chelsea quem abriu o placar, mas permitiu o empate. Ao final de 90 minutos empatados e de mais 30 minutos de prorrogação sem gols, a partida terminou nos pênaltis, onde os Blues derrotaram a equipe de Frankfurt por 4 a 3. Assim, o Chelsea venceu seu adversário mais difícil chegando a grande final da Europa League.

Para a final, acredita-se que o Chelsea seja levemente favorito. O time dirigido por Maurizio Sarri parece ter um time um pouco mais organizado no momento e conta com jogadores como Eden Hazard (considerado por muitos um dos melhores jogadores ofensivos do mundo), Gonzalo Higuaín e, o campeão do mundo, Oliver Giroud. O Arsenal, por sua vez, tem na dupla de atacantes Alexandre Lacazette e Pierre-Emerick Aubameyang sua maior força. Ambos estão em ótima fase e marcando muitos gols. No campeonato inglês, que ambos os times disputam, o Chelsea terminou com apenas dois pontos à frente do Arsenal, o que foi suficiente para garantir o time na ChampionsLeague da próxima temporada.

Já o Arsenal, terá que se contentar (por enquanto) com disputar, novamente, a Europa League em 2019/2020. O site de apostas online Bet365 indica leve favoritismo para o Chelsea com odds de: Arsenal (3.10), Chelsea (2.25) e empate (3.40). Com dois times tão pareôs, assim como na final da Champions League, talvez valha a pena arriscar em seu instinto e em seu conhecimento sobre futebol, porque nessa final, tudo parece ser possível.

*As cotas estão corretas no momento da publicação do artigo.